Universitária de 25 anos morre por complicações da Covid-19 em Natal

Um ano e meio depois do pai, jovem morre após ficar 29 dias internada e 15 dias intubada em hospital de Natal.

A estudante de fisioterapia Anny Celly de Oliveira, de 25 anos, morreu por complicações da Covid na madrugada de terça-feira (7), em Natal. O pai dela, o sargento da PM Neriwelton Alexandre, de 45 anos, também foi vítima da doença em dezembro de 2020.

Anny nasceu em Caicó, mas atualmente morava em Natal com a avó, segundo familiares. Há pouco mais de um mês, ela começou a apresentar sintomas da doença, realizou um teste que deu positivo para Covid. A jovem foi medicada e voltou para casa, mas alguns dias depois teve uma piora no quadro e retornou ao hospital.

Ela ficou 29 dias internada e 15 dias intubada no Hospital Antônio Prudente, na capital potiguar. Na madrugada de terça ela não resistiu e morreu. Anny havia tomado duas doses da vacina contra a Covid.